Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 18/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 18/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 18/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 18/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Moçambique

Cimeira EUA-Africa decorre em Maputo

media Karen Dunn, representante norte-americana na cimeira África-Estados Unidos a decorre em Maputo. AFP Photos/Getty Images/Phillip Faraone

A 12a cimeira de negócios EUA-África está a decorrer a partir de hoje e até 21 de Junho em Maputo, contando com a presença de 14 chefes de Estado. Presente está também Karen Dunn Kelley, vice-secretária norte-americana do Comércio.

Em debate nesta cimeira de negócios EUA-África está o futuro das relações comerciais entre o continente africano e os Estados Unidos da América.

Nesse sentido, os governos de Moçambique e dos Estados Unidos assinaram um memorando de entendimento para impulsionar as trocas comerciais e a remoção de barreiras aos investimentos.

Karen Dunn Kelley diz que Moçambique é o quarto país a rubricar este tipo de acordo com os EUA, e o objectivo é levar à assinatura de acordos de comércio livre.

Durante a abertura do evento, o presidente da República de Moçambique recordou que o continente africano carece de financiamentos para infra-estruturas.

Filipe Nyusi convidou o empresariado norte-americano a investir em África para por cobro ao défice de financiamento que trava o desenvolvimento do continente. 

O continente apresenta um déficit de financiamento para infraestruturas estimado entre 68 e 108 biliões de dólares americanos, de acordo com o Banco Africano de Desenvolvimento

A mobilização desses recursos é vital para acelerar o processo de integração económica regional do continente”, afirma o Presidente moçambicano.

Na ocasião, Karen Dunn Kelley lembrou ainda que, apesar de os Estados Unidos serem o maior doador de ajuda humanitária para África, o comércio com o continente caiu 62 por cento desde 2014.

Kelley referiu o medo de correr riscos e as violações ao Estado de Direito como razões para o fraco investimento norte-americano em África.

A cimeira Estados Unidos da América – África foi antecedida pelo histórico anúncio do consórcio liderado pela petrolífera norte-americana Anadarko que assegura a realização do maior investimento de sempre em Moçambique para a exploração de gás natural liquefeito, estimado em 22 mil milhões de euros.

Oiça aqui a reportagem de Orfeu Lisboa em Moçambique:

Orfeu Lisboa, correspondente em Moçambique 19/06/2019 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.