Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 18/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 18/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 18/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 18/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Moçambique

Conselho Constitucional de Moçambique chumba candidaturas às presidenciais

media Bandeira de Moçambique. Imagem de arquivo. MUSTAFA OZER / AFP

O Conselho Constitucional de Moçambique chumbou esta semana as candidaturas de Alice Mabota, Hélder Mendonça e Eugénio Estêvão da corrida às eleições presidenciais, a 15 de Outubro.

O candidato presidencial da PODEMOS às eleições gerais de 15 de Outubro, Hélder Mendonça viu a sua candidatura chumbada pelo Conselho Constitucional por falta de requisitos e a detecção de algumas irregularidades.

"Provas sobre estas irregularidades? Dizem que há um número de cartões repetidos, mas não foi provado. Dizem que há cartões de eleitores inválidos, também não foi provado", descreve Hélder Mendonça.

Alice Mabota, activista dos Direitos Humanos e candidata presidencial pela Aliança Democrática considera que a sua postura frontal abala qualquer sistema daí a sua exclusão.

"Nós fomos excluídos porque constituímos uma ameaça. Não é verdade que fomos excluídos porque não reunimos condições para que estejamos lá. Não é a primeira vez que o PODEMOS é impedido de se candidatar, já nas eleições autárquicas a nossa candidatura foi bloqueada. O nosso sistema de governação em Moçambique por estar podre tenta excluir-nos", aponta Alice Mabota.

Em conferência de imprensa conjunta, os dois candidatos a eleição presidencial acusam o conselho constitucional de falta de transparência no processo em que chumbou igualmente outro candidato, Eugénio Estevão, da corrida eleitoral.

Até ao momento foram admitidas as candidaturas de Filipe Nyusi, do FRELIMO, Ossufo Momade, RENAMO, Daviz Simango, pelo MDM e Mário Albino, pelo partido extraparlamentar Acção do Movimento Unido para a Salvação Integral.

Correspondência de Maputo 03/08/2019 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.