Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 22/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 18/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 22/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 18/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 18/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 22/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 18/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Gás natural em Moçambique: as potencialidades e os riscos

Gás natural em Moçambique: as potencialidades e os riscos
 
Filipe Nyusi, Presidente de Moçambique. THIERRY CHARLIER / AFP

Em Moçambique está lançada a primeira pedra para a construção do projecto de gás natural liquefeito, em Cabo Delgado, no norte do país.
O presidente do país, Filipe Nyusi, fala numa nova era de desenvolvimento económico e as autoridades nacionais estimam a criação de 40 mil empregos directos.
No entanto, no contexto de uma economia mergulhada há vários anos numa crise profunda, são muitas as dúvidas e os receios que se levantam tanto do lado dos investidores como da própria população.
Fatima Mimbire, especialista em indústria extractiva, não tem dúvidas quanto às potencialidades. Ainda assim, fala em riscos como o da economia ficar dependente do sector energético.


Sobre o mesmo assunto

  • Convidado

    "Dívidas Ocultas": Moçambique em várias frentes

    Saber mais

  • MOÇAMBIQUE

    Moçambique: assinado terceiro Acordo de paz

    Saber mais

  • Moçambique

    Moçambique cria postos de controlo do Ébola na fronteira com Malawi e Tanzânia

    Saber mais

  • Moçambique

    Conselho Constitucional de Moçambique chumba candidaturas às presidenciais

    Saber mais

  • "Lei de conteúdo local tem de atrair investimento"

    Em Moçambique, após sete anos de negociações, o governo e o sector privado alcançaram um entendimento para a proposta final da Lei do Conteúdo Local.O instrumento que …

  • Angola está à venda?

    Angola está à venda?

    Sonangol, Endiama, TAAG, bem como empresas financeiras, seguros, telecomunicações fazem parte das 195 empresas detidas ou participadas pelo Estado no programa de privatização …

  • FMI em São Tomé e Príncipe: rumo ao IVA?

    FMI em São Tomé e Príncipe: rumo ao IVA?

    O Fundo Monetário Internacional está de novo em São Tomé e Príncipepara se encontrar com os parlamentares da Assembleia Nacional e as  respectivas comissões especializadas.O …

  • Mauritius Leaks:

    Mauritius Leaks: "Há uma rede global de fuga aos impostos"

    Depois do Panamá Papers e dos Paradise Papers, tornaram-se públicos  documentos que revelam a dimensão da optimização fiscal nas ilhas Maurícias. Apesar de ser do conhecimento …

  • Angola: aumento das tarifas dos serviços básicos penaliza população

    Angola: aumento das tarifas dos serviços básicos penaliza população

    Em Angola, o FMI impôs a supressão gradual dos subsídios, o que vai sendo feito paulatinamente com o aumento desde 15 de Julho de 15% da tarifa de energia eléctrica, …

  • Moeda única africana: projecto a longo prazo

    Moeda única africana: projecto a longo prazo

    O Eco, a moeda única africana é "um projecto ambicioso demais" para estar pronto já nos próximos tempos. A previsão é do economista guineense Carlos Lopes.

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.