Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 13/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 13/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 13/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 13/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Moçambique: Amnistia Internacional quer que o Papa Francisco aborde direitos humanos

Moçambique: Amnistia Internacional quer que o Papa Francisco aborde direitos humanos
 
Papa Francisco REUTERS/Ognen Teofilovski

O Papa Francisco chega esta quarta-feira (4/06) a Maputo, para uma visita que terminará sexta-feira, 6 de Setembro, dia em que se assinala um mês sobre a assinatura do Acordo de Paz e Reconciliação, rubricado pelo Presidente da Frelimo e do país Filipe Nyusi e o líder da Renamo Ossufo Momade.

Segundo o índice anual da ONG Repórteres Sem Fronteiras - RSF - em termos de liberdade de imprensa, em Moçambique esta tem vindo a deteriorar-se e em 2019 o país ocupa a posição 103 em 180 países, quando em 2018 figurava na posição 99.

A ONG de defesa de direitos humanos Amnistia Internacional na África do Sul apela ao Papa, que aborda a questão das violações de direitos humanos em Moçambique, com destaque para a província nortenha de Cabo Delgado, onde desde Outubro de 2017 mais de 200 pessoas foram mortas, em ataques quase nunca reivindicados, atribuidos a grupos aut-denomnados "al shebab", dos quais se distancia a comunidade muçulmana e que o governo e as forças de segurança não conseguem travar.

Nesta mesma província vários jornalistas e investigadores foram detidos desde 2018, quando investigavam precisamente a origem destes ataques e entrevistavam testemunhas dos mesmos.

Tal foi o caso dos jornalistas Amade Abubacar e Germano Daniela Adriano detidos durante quase quatro meses e agora em liberdade condicional, mas também de Estácio Valói detido cerca de 48 horas no final do ano passado, na companhia do sociólogo moçambicano David Matsinhe, investigador na Amnistia Internacional em Joanesburgo, que denuncia a proibição pelo governo da presença de jornalistas em Cabo Delgado.


Sobre o mesmo assunto

  • Moçambique

    Papa Francisco esperado amanhã com expectativa em Maputo

    Saber mais

  • Moçambique

    Papa Francisco apela à "reconciliação fraterna" em Moçambique

    Saber mais

  • Religião/Vaticano

    Papa Francisco:migrantes não são meros casos sociais

    Saber mais

  • Marrocos

    Papa católico Francisco visita Marrocos terra de Islão moderado

    Saber mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.