Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Aung San Suu Kyi eleita para presidir partido democrático de oposição

media Aung San Suu Kyui fala com repórteres neste domingo, 10/03/2013, em Yangon. REUTERS/Soe Zeya Tun

A líder democrática Aung San Suu Kyi, prêmio Nobel da Paz, foi reeleita à presidência de seu partido Liga Nacional para a Democracia (LND) neste domingo, último dia do congresso do principal partido da oposição birmanesa, indicou uma fonte do partido. Deputada desde o ano passado, ela foi aclamada pelos 120 integrantes do comitê central, informou a fonte à AFP, na ausência de mais candidatos.

O partido reuniu seus 850 delegados desde sexta-feira em Yangun para definir uma estratégia política, virar a página da clandestinidade e se preparar para as legislativas de 2015. Outro desafio do grupo, considerado favorito para o pleito, é superar conflitos internos, problema que a deputada reconheceu no sábado em um discurso a favor da unidade.

"É muito importante que estejamos unidos neste momento", repetiu neste domingo. "Quero pedir que não deixem que sentimentos pessoais coloquem em perigo o futuro do país", disse, acrescentando que "devemos aproveitar a oportunidade; caso contrário, será uma perda não apenas para a LND, mas também para o país”

A LND passou 20 anos quase na clandestinidade, sob uma ditadura militar que não reconheceu sua vitória em 1990. Aung San Suu Kyi passou a maior parte dessas duas décadas em prisão domiciliar. Depois da dissolução da junta militar em março de 2011, e graças a reformas iniciadas há dois anos pelo novo regime, a Liga vem se reintegrando ao jogo político.

Impulsionada pelo extraordinário carisma de Suu Kyi, a LND se converteu no ano passado no principal partido da oposição parlamentar, ao término de legislativas parciais vencidas por ampla margem. No entanto, o partido viveu nos últimos meses uma grave crise interna que terminou com a expulsão de quatro líderes que não puderam participar do congresso.
 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.