Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Aung San Suu Kyi comemora 70 anos e pede "política limpa" em Mianmar

media Aung San Suu Kyi em maio de 2015. REUTERS/Soe Zeya Tun/Files

A líder da oposição birmanesa Aung San Suu Syi fez um apelo por “política limpa” em uma mensagem de vídeo marcando seus 70 anos nesta sexta-feira (19), mencionando que as futuras eleições serão cruciais para o futuro do país.

As previsões são de que Suu Kyi e seu partido devam ganhar com folga as eleições que devem acontecer em outubro ou novembro. O pleito é visto como um teste importante para a transição do militarismo, após mão de ferro de quase meio século, para a democracia.

A Nobel da Paz, que entrou no parlamento em 2012 após uma longa batalha democrática que durou uma década, declarou que este ano seria crucial para Miamar (ex-Birmânia). “A maneira como as eleições vão acontecer e como ficará o país após o pleito não vão ter impacto só neste ano, ou no próximo, mas por muitos anos a vir”, declarou na mensagem publicada no Facebook.

Jogo limpo

Suu Kyi pediu uma “política limpa”, sem trapaças ou coerções. “Só assim o país pode se desenvolver em paz”, acrescentou. Em campanha para mudar a constituição, a líder da oposição não descarta completamente um boicote às eleições. A atual legislação militar proíbe cargos de alto escalão para quem tiver filhos estrangeiros. Os dois filhos de Aung San Suu Kyi são britânicos.

Analistas não acreditam que ela possa mudar a constituição a tempo, uma vez que os parlamentares militares que detêm um quarto dos assentos fazem forte oposição. No entanto, seus aliados acreditam que ela terá um papel central no futuro político do país. “Ela tem sido muito importante nos últimos 20 anos e vai continuar assim por muitos anos para o nosso partido e país”, declarou um representante da ala jovem de seu partido, a Liga Nacional pela Democracia.
 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.