Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 25/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 25/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 23/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 25/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 23/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 25/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Ano Judeu começa na Violência

media Novo ano judeu arranca em clima de violência na esplanada das mesquitas em Jerusalém entre polícia israelita e fiéis muçulmanos AFP PHOTO / AHMAD GHARABLI

Começou hoje, 14 de setembro, o novo ano judeu, num ambiente de violência, que nos últimos dias, chegou à esplanada das mesquitas, em Jerusalém, com confrontos, entre israelitas e fiéis muçulmanos.

Um novo ano judeu, começou nesta segunda-feira, 14 de setembro, certamente na paz,  em convivênvia e na religião, para a maioria dos israelitas, mas também, na violência, que durou todo o ano, que findou, entre os judeus e os palestinianos.

Ontem, domingo, 13 de setembro, fiéis muçulmanos, protagonizaram incidentes, na Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém, impedindo, a circulação de israelitas e turistas mundiais, marcando assim o seu terreno, no entender deles.

Só que tal, obrigou a polícia israelita, a intervir, para repôr a ordem e a circulação das pessoas, desbloqueando à força, a entrada das mesquitas, lugar de oração dos muçulmanos, mas também, espaços culturais e religiosos, abertos a turistas, praticantes ou interessados, em visitar, enquanto, centro de partilha de culturas e civilizações.

Esta segunda-feira, que marcava o arranque, do novo ano judeu, a situação na Esplanada e noutras localidades, ainda, era de muita tensão, registando-se, inclusivamente, explosões na zona das Mesquitas, em Jerusalém, Israel.

Em entrevista, à RFI, Eva Oliveira, especialista de Estudos do Médio Oriente, nas Universidades de Cisjordânia, na Faixa de Gaza e de Haeidelberg, na Alemanha, declarou, no entanto, que é um novo ano judeu, que começou, mas que não muda nada, pois, a violência, da polícia e de militares israelitas, continua, contra o povo palestiniano. 

Eva Oliveira, Especialista de Estudos do Médio Oriente nas Universidades de Cisjordânia e alemã de Heidelberg 14/09/2015 ouvir

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.