Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/07 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/07 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/07 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/07 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/07 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/07 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/07 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/07 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/07 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/07 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/07 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/07 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Papa criticou na ONU exclusão e casamento gay

media Papa discursando na assembleia geral da ONU, em Nova Iorque, a 25 de septembro de 2015. REUTERS/Mike Segar

O Papa Francisco discursou esta sexta-feira na assembleia geral da ONU em Nova Iorque denunciando a exclusão, a poluição, o casamento gay e defendendo a diferença natural entre o homem e a mulher.

O Papa argentino Francisco discursou, esta sexta-feira, 25 de setembro, na assembleia geral anual da ONU, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, pondo a tónica, nas causas da exclusão e da poluição, e criticando o casamento gay, o género, insistindo na diferença natural entre a mulher e o homem.

Recebido, como uma estrela na assembleia geral e pelo próprio secretário-geral da ONU, Ban Ki Moon, o Sumo Pontífice, igualmente, Chefe do estado do Vaticano, foi interrompido, várias vezes, com aplausos no seu discurso feito em castelhano.

Mesmo assim, o Papa não deixou de criticar os discursos sem qualquer efeito e as resoluções da ONU, que não têm em conta a realidade das pessoas, insistindo nos incontestáveis limites naturais éticos aos direitos individuais.

O Papa insistiu na diferença natural entre o homem e a mulher, alusão implícita à contracepção, mas também, criticou o género e o casamento homossexual.

O Papa Francisco, denunciou, igualmente, modelos de vida anormais, a proliferação de armas e de drogas, que matam milhões de pessoas.

O Sumo Pontífice Francisco que  é o quarto Papa a discursar na ONU, depois de Paulo VI, João Paulo II e Bento XVI, defendeu ainda uma casa comum mundial com direito ao trabalho, à habitaçao e à terra para todos.

João Matos sobre o discurso do Papa na ONU 25/09/2015 ouvir

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.