Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 13/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 13/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 13/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 13/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

União Europeia recusa ceder perante Reino Unido

media Cimeira Europeia em Bruxelas na Bélgica. REUTERS/Francois Lenoir

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia estão reunidos no último Conselho Europeu deste ano. O encontro dos líderes europeus foi dominado pela futura relação entre o Reino Unido e a União Europeia. O governo de Londres quer renegociar uma posição mais favorável aos interesses britânicos, na UE.  Os 28 representantes da União Europeia também deram luz verde ao prolongamento por seis meses das sanções económicas contra a Rússia por implicações no conflito no leste da Ucrânia. 

O último Conselho Europeu de 2015 reuniu os chefes de Estado e de Governo da União Europeia.

Uma das principais decisões tomadas pelos 28 representantes da União Europeia foi o prolongamento por seis meses das sanções económicas contra a Rússia, isto por continuar implicado no conflito com os ucranianos.

Noutro âmbito, o primeiro-ministro britânico, David Cameron, afirmou no final do Conselho europeu que espera chegar a acordo com a União Europeia sobre os termos para a permanência do Reino Unido no bloco europeu no próximo mês de Fevereiro, abrindo a porta para a realização do referento sobre Brexit, uma eventual saída do país da União Europeia no verão de 2016.

O primeiro ministro David Cameron pretende relançar a economia e recuperar soberania. Mas o capítulo mas polémico das negociações é sobre os direitos sociais. O Reino Unido quer reduzir os direitos sociais dos cidadãos da UE que vivam e trabalhem no país, durante os primeiros 4 anos.

Muitos países opõem-se a esta proposta por a considerarem uma proposta discriminatória. O primeiro ministro português António Costa considera que as marcas fundadoras da UE não se podem negociar.

Outro ponto dominou as atenções. Os líderes discutiram a crise migratória. Os 28 querem chegar a um acordo nos próximos 6 meses sobre a criação de uma guarda europeia costeira e de fronteiras para ajudar a gerir o fenómeno.

Por outro lado, um grupo de 11 estados-membros que inclui Portugal, França e Alemanha decidiu reforçar o apoio à Turquia. E estão dispostos a receber refugiados que se encontrem na Turquia para aliviar a pressão migratória sobre aquele país.

O nosso correspondente em Bruxelas acompanhou a reunião, mais pormenores com Vasco Gandra.

Correspondência de Bruxelas 18/12/2015 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.