Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 24/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 24/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 23/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 24/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 23/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 24/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Legislativas australianas poderiam resultar em parlamento sem maioria

media  
Malcolm Turnbull quando votava em Sydney .02 de Julho de 2016 REUTERS/David Gray

A aliança conservadora,Liberal-Nacional, liderada por Malcom Turnbull, de acordo com o apuramento dos votos já efectuado, poderia não obter os assentos necessários no parlamento australiano, para formar um governo de maioria . Malcom Turnbull e os seus partidários precisavam ganhar 76 dos 150 assentos da Câmara dos Representantes. Segundo o analista Antony Green, as estimativas apontam para 75 assentos à favor da coligação conservadora na anterior legislatura dispunha da maioria parlamentar.

 As eleições legislativas australianas poderiam resultar num parlamento sem maioria , uma vez que a coligação Liberal-Nacional liderada por Malcom Turnbull, que estava no poder em Canberra poderia não obter o número necessário de assentos para formar um governo de maioria conservadora. A coligação conservadora necessita de 76 lugares, mas segundo as estimativas, após o apuramento dos sufrágios efectuado em vários estados da Austrália, Malcom Turnbull e os seus partidários, obterão apenas 75.

O recuo dos conservadores no actual escrutínio deve-se nomeadamente à progressão dos seus rivais trabalhistas. As perspectivas são que o Partido Trabalhista australiano obtenha 70 assentos no novo parlamento e os restantes sejam repartidos pelos pequenos partidos bem como candidatos independentes. De acordo com os analistas australianos, os pequenos partidos e os candidatos independentes vão ter um papel determinante para a formação do novo governo.

  Perante o recuo considerável dos conservadores,a vice-presidente do Partido Trabalhista, Tanya Plibersek, pôs em causa a legitmidade do ex-banqueiro e multimilionário Malcom Turnbull de 61 anos, para formar um novo governo. Os trabalhistas que são representados pelo ex-sindicalista Bill Shorten de 49 anos perderam o poder em 2013. Shorten fez campanha, baseado numa plataforma de defesa dos interesses dos trabalhadores e das classes médias da Austrália. O líder trabalhista defendeu a melhoria do sistema de saúde e de educação,assim como a criação de mais empregos.

 Malcom Turnbull declarou-se favorável à uma política de asilo muito mais restritiva, comprometeu-se a efectuar um referendo sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo e propôs um programa de transição económica, visando diversificar a economia australiana dominada pelo sector mineiro . Durante a campanha, os eleitores designaram através das redes sociais como prioridades, a melhoria dos sistemas de saúde e de ensino, bem como a retoma da economia e o acesso à habitação.

                           

             

 

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.