Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 25/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 25/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 23/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 25/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 23/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 25/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

40.º aniversário da morte de Mao Tsé-Tung

media Aniversário 40 anos da morte de Mao Tse Tung, REUTERS/Thomas Peter

Mao Tsé-Tung, o fundador da China comunista, morreu há 40 anos. Em 1982, a Revolução Cultura foi classificada como "catastrófica", mas vários saudosistas continuam a recordar esse momento como um período áureo.

40 anos depois, a figura de Mao Tsé-Tung - que defendia uma visão revolucionária do comunismo - continua a aparecer por toda a parte da China, das notas de dinheiro até ao retrato na praça Tiananmen de Pequim.

Durante a Revolução Cultural, uma radical campanha política de massas, lançada por Mao para aprofundar a luta de classes sob a ditadura proletária, milhões de pessoas foram perseguidas, presas e torturadas. Só no interior da China, estima-se que a violência tenha deixado 750.000 mortos.

Em 1982, o próprio Partido Comunista Chinês classificou aquele período "o maior erro e o mais grave retrocesso da história do socialismo na China".

Em 1979, a China aderiu à globalização e é hoje a segunda maior economia do mundo, após três décadas a crescer, em média, quase 10% ao ano.

O investigador da história contemporânea de Macau, João Guedes, afirma que hoje Mao Tsé-Tung é visto como uma figura do folclore chinês; "hoje Mao Tsé-Tung é vendido em pratos, em t-shirts, em variadíssimos merchandising por aqui. A China mudou totalmente depois da morte de Mao Tsé-Tung. Estas novas gerações da China pouco sabem desse grande dirigente que fica, inevitavelmente, marcado na história da China".

"É ele que consegue passados 30 anos de guerra civil unificar a China, em 1949. Ele bate os nacionalistas Chiang Kai-shek que fogem para Taiwan e inicia a grande campanha que foi retirar a China da miséria, da guerra e avançar no sentido do progresso", afirma o historiador João Guedes.

Investigador João Guedes 09/09/2016 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.