Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 26/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 26/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 26/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 25/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Uso de armas químicas contra civis no Darfur ?

media DigitalGlobe

A Amnistia Internacional acusa as forças governamentais sudanesas de ter utilizado armas químicas no Darfur,  e afirma ter "provas credíveis". Num relatório de cerca de 100 páginas, hoje publicado, esta organização não-governamental afirma que foram realizados pelo menos trinta ataques com armas químicas entre Janeiro e Setembro, em localidades da região do Djebel Marra, numa operação miliatar contra os rebeldes.

Djebel Marra é tida como a base da rebelião contra o regime de Cartum, estando na origem da criação da Frente de Libertação do Darfur, hoje denominado Exército de Libertação do Sudão.

O relatório da Aministia Internacional baseia-se em imagens de satélite, imagens de crianças com queimaduras de origem química, mais de 200 entrevistas com sobreviventes e analistas.

A ong afirma que terão ocorrido pelo menos 30 ataques com armas químicas na zona de Jebel Marra, desde Janeiro de 2016, e acredita que entre 200 a 250 pessoas morreram, devido a terem sido expostos a agentes químicos.

O Darfur é palco de um conflito sangrento desde 2003, iniciado por grupos de homens pertencentes a vários grupos étnicos minoritários da região, que pegaram em armas para lutar contra o poder de Cartum. O Presidente Omar el-Béchir anunciou então uma violenta repressão da insurreição.

 A ONU estima que os combates causaram já mais de 300.000 mortos, e dois milhões e meio de deslocados de guerra.  A  Amnistia Internacional faz um apelo ao Conselho de Segurança das Nações Unidas para que pressione o Governo do Sudão, no intuito de serem asseguraradas as missões de manutenção de paz, e as agências humanitárias consigam chegar a Jebel Marra.

Lembre-se que o Presidente sudanês, Omar el – Béchir, é alvo de um mandado de captura internacional por crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídio.

As autoridades sudanesas já desmentiram ter levado a cabo ataques químicos na província do Darfur.

Daniel Oliveira, director de campanhas da organização não governamental Amnistia Internacional em Portugal, frisa o facto de haver provas sólidas nesta matéria. 

Daniel Oliveira, director de campanhas da Amnistia Internacional Portugal 29/09/2016 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.