Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 24/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 24/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 23/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 24/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 23/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 24/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 24/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Evacuação de Alepo adiada

media Alepo, segunda maior cidade síria OMAR SANADIKI/REUTERS

Depois de terem sido registadas 15 horas de tréguas em Alepo, os bombardeamentos foram retomados e pelo menos sete civil perderam a vida em ataques aéreos comandados pelo regime contra os rebeldes.

A ONU exigiu hoje acesso ilimitado à zona oriental da cidade síria de Alepo para verificar o alegado fim das operações militares e a retirada dos combatentes da oposição e de civis.

A evacuação da parte Leste da cidade de Alepo ainda não começou, apesar do acordo estabelecido com o regime sírio de Bashar al-Assad (apoiado pela Rússia) e os rebeldes (apoiados pelos Estados Unidos e pela Turquia).

O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan anunciou que iria contactar o homologo russo Valdimir Poutin para tentar "salvar" a trégua em Alepo.

Ontem, a ONU denunciou execuções cometidas pelas forças pró-governamentais em Alepo incluindo 82 civis mortos a tiro em quatro bairros conquistados nos últimos dias à rebelião, apelando a uma rápida retirada dos civis ainda presentes na área e para a suspensão das hostilidades.

A Presidente da Câmara Municipal de Paris, Anne Hidalgo, anunciou que as luzes da Torre Eiffel serão desligadas esta noite, pelas 20h00, como apoio simbólico a Alepo que vive uma "situação insuportável". Uma medida solidária com vista a "apelar uma vez mais a comunidade internacional para a urgência de intervir".

O chefe de Estado francês, François Hollande, reafirmou a necessidade de evacuar as populações de Alepo, segunda maior cidade síria, "sob controlo de observadores internacionais e com a presença de organizações humanitárias".

Sobre a situação dramática das pessoas em Alepo, oiçamos o porta-voz do governo francês,  Stéphane Le Foll, a sublinhar que há que permitir a evacuação e a ajuda humanitária à população civil.

Stéphane Le Foll, porta-voz do governo francês sobre o drama de Alepo 14/12/2016 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.