Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 17/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 21/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 17/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 21/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 17/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 21/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 17/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 21/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

« Guerra de gangues » numa cadeia no Brasil faz 56 vítimas

media Militares presentes perto da cadeia de Manaus após um motim. Marcio SILVA / AFP

No Brasil um motim numa cadeia de Manaus, no Norte do país, custou a vida a 56 pessoas. A revolta durou 17 horas e teve como origem confrontos entre dois gangues criminosos ligados ao controlo do tráfico de droga.

No Brasil a morte de 56 presos de uma cadeia de Manaus na sequência de um motim continua a dominar a actualidade. Uma rixa entre bandos rivais teria estado na origem da tragédia, a maior dos últimos 20 anos no sistema carceral brasileiro. É o pior incidente do género desde 1992, ano em que uma carga policial causou 111 mortos na penitenciária de Carandiru, em São Paulo.

De referir que de momento 112 presos estão a monte, tendo-se aproveitado do drama para fugir, enquanto isso as autoridades procuram identificar e transferir os responsáveis do ocorrido para outras prisões como refere Alexandre de Moraes, ministro da justiça.

Alexandre de Moraes, ministro brasileiro da justiça 03/01/2017 ouvir

Glen Freitas é membro da comissão brasileira dos direitos humanos da Ordem dos advogados, ele explica em que consistiu esta querela mortífera.

« A FDN, Família do Norte, é uma facção que é inimiga do PCC. O PCC tem uma grande presença no Estado da Amazónia. Quem domina a Amazónia, é a Família do Norte, a FDN. Aliás é aliada do Comando Vermelho, e não é submissa a ele. Há mais de um ano que eles anunciaram que iriam matar os membros do PCC, e aconteceu. O Estado nada fez », admitiu Glen Freitas.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.