Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 22/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 22/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 22/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Trump assinou nova versão do decreto sobre imigração

media Donald Trump, presidente norte-americano REUTERS/Jim Lo Scalzo/Pool

Nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump assinou uma nova versão do decreto sobre imigração e decidiu retirar o Iraque da lista de países visados. A lista passa a impedir a entrada de cidadãos do Irão, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iémen.

Donald Trump assinou uma nova versão do decreto sobre imigração que foi bloqueado pela justiça americana. Mantém o Irão, a Líbia, a Somália, o Sudão, a Síria e o Iémen. Saí o Iraque. É esta a grande novidade do mais recente decreto sobre imigração que foi bloqueado pela justiça norte-americana.

Donald Trump decidiu reformular o documento e apresentou esta segunda-feira uma nova versão do polémico decreto, retirando o Iraque da lista de países visados.

O decreto visa impedir a entrada de cidadãos de certos países nos Estados Unidos. Os cidadãos com autorização de residência e titulares de visto são protegidos pelo decreto e podem, por isso, continuar a viajar para os Estados Unidos da América. Quem tem documentação legal pode entrar nos Estados Unidos mesmo que o seu país de origem esteja na lista negra da administração Trump.

Do decreto foi igualmente retirado o parágrafo relativo ao tratamento preferencial para os cidadãos de confissão não muçulmana.

O presidente norte-americano mantém o congelamento de entrada por quatro meses para os refugiados à excepção dos que tenham, à data, autorização de entrada no país. O novo decreto entra em vigor na quinta-feira da próxima semana, dia 16 de Março, por 90 dias, três meses.

 

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.