Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 20/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 21/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 21/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 21/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Escócia vai avançar para novo referendo

media Nicola Sturgeon, primeira-ministra escocesa. Andy Buchanan / AFP

No Reino Unido, a instabilidade continua bem presente. Quando nos aproximamos cada vez mais do Brexit, a saída do Reino Unido da União Europeia, a Escócia decidiu avançar para um pedido de referendo para a independência.

A primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, anunciou, esta segunda-feira 13 de Março, que pretende avançar para um novo referendo à independência. O objectivo é que Londres viabilize a consulta entre o Outono de 2018 e a Primavera do ano seguinte.

A escolha no referendo será entre seguir o Reino Unido para o “Brexit”, quer dizer uma ruptura total com todos os mecanismos europeus, ou a independência.

Nicola Sturgeon acrescentou que vai fazer uma proposta ao Parlamento escocês na próxima semana. Para que se concretize o referendo, a consulta tem de receber luz-verde de Westminster.

A chefe do governo escocês, liderado pelos nacionalistas do SNP, acredita que, desta vez, o “sim” à independência sairá vencedor, ao contrário do desfecho da consulta em Setembro de 2014.

O executivo escocês queria até agora ter um estatuto especial, no âmbito das negociações da saída britânica da União Europeia. A grande prioridade era a manutenção do acesso ao mercado livre europeu. Segundo Nicola Sturgeon, o governo liderado por Theresa May não se mostrou disponível para negociar.

A alternativa ao referendo seria a Escócia não poder controlar o seu futuro, disse a primeira-ministra escocesa.

Ouça a crónica sobre o pedido de referendo da Escócia.

Crónica de Marco Martins 13/03/2017 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.