Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 10/12 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 12/12 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 10/12 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/12 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 10/12 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 12/12 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 10/12 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/12 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 10/12 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 12/12 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 10/12 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/12 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 10/12 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 12/12 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 10/12 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 12/12 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

A Igreja Católica encobre padres pedófilos

media Imagem de ilustração Godong/UIG via Getty Images

O inquérito causou uma grande celeuma. Uma equipa de jornalistas franceses de Mediapart, We Report, e do programa televisivo Cash Investigation - revelou que vinte e cinco bispos (dos quais cinco se encontram ainda em actividade) encobriram durante muitos anos trinta e dois padres, autores de abusos sexuais sobre menores.

O inquérito, difundido nesta Quinta – feira no programa Cash Investigation, no canal de televisão pública France 2, revelou que são mais de 339 as vítimas daqueles padres, e na maior parte dos casos, a Justiça nem sequer foi informada.

Para permitir que esses padres escapassem às autoridades judiciárias, ou ao escândalo mediático, a Igreja Católica decidiu - desde 1990 - transferir para a América Latina e o Continente africano mais de 90 prelados implicados em casos de pedofilia.

Mas existem igualmente casos de abusos sexuais com pessoas adultas : A título de exemplo, os investigadores revelaram que, em 2004, o Padre Robert foi enviado para Dubreka, na Guiné – Conacri, quando se sabia que ele era acusado de violar mulheres. E o Arcebispo de Conacri só foi informado disso 12 anos depois, tendo expulsado imediatamente o Padre Robert.

Outro caso citado, foi o do frade Alberto que, em 2002, foi obrigado a partir precipitadamente da Guiné – Conacri, por ter sido acusado de abuso sexual contra os jogadores do clube em que ela era o Presidente.
Mas existem muitos casos similirarers no Senegal, Marrocos Burkina Faso, ou  Camarões.
 

A Conferênciua de Bispos explicou a razão pela qual recusou participar na emissão televisiva de ontem, referindo discordar dos "métodos utilizados para as entrevistas“. E  ainda segundo esta entidade eclesiástica, “aparentente a deontologia jornalística não foi respeitada, e esta emissão parece mais preocupada em acusar, do que a explicar".

A Igreja Católica fala duma "segunda oportunidade" para os prelados, mas os jornalistas deixaram no ar a ideia que poderá haver muitos mais casos de pedofilia encobertos pela Igreja Católica. 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.