Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 13/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 13/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 13/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 13/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 13/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Malásia devolve restos mortais à Coreia do Norte

media Kim Jong-Nam, meio-irmão do líder norte-coreano Kim Jong-Un ©TOSHIFUMI KITAMURA / AFP

Os restos mortais de Kim Jong-nam serão libertados e entregues à Coreia do Norte. A Malasia autorizou a entrega do corpo do meio-irmão de Kim Jong-Un que foi assassinado no aeroporto de Kuala Lumpur, contudo garantiu que as investigações ao homicídio vão continuar.

A decisão coloca um ponto final no conflito diplomático entre a Coreia do Norte e a Malásia, com a Pyongyang a opor-se à realização da autopsia, enquanto Kuala Lumpur se recusava a entregar os restos mortais sem obter as amostras de ADN para confirmação da identidade.

Muito crítico do regime norte-coreano, Kim Jong-Nam, que vivia no exílio em Macau, foi assassinado no passado dia 13 de Fevereiro no aeroporto de Kuala Lumpur, depois de ter sido atacado com uma dose do químico VX, um poderoso agente nervoso.

Coreia do Sul reage

Seul veio desde logo acusar Pyongyang de ter orquestrado o assassínio do meio irmão de Kim Jong Un, acusações que foram prontamente desmentidas pelas autoridades norte-coreanas que reclamaram o corpo, sem nunca terem confirmado a identidade da vítima.

Um mês e meio depois o primeiro-ministro malaio, Najib Razak, anunciou, esta quinta-feira, que o corpo do meio-irmão de Kim Jong - Un vai ser devolvido à Coreia do Norte. De acordo com o chefe do executivo a decisão resulta da conclusão da autópsia e da recepção de uma carta onde os familiares reclamavam o repatriamento dos restos mortais.

Em troca, nove malaios que tinham sido detidos pelas autoridades norte-coreanas em Pyongyang, desde a querela diplomática à volta da morte de Kim Jong-Nam, poderão regressar a casa. Todavia a investigação ao homicídio vai continuar, garantiu Najib Razak.
 

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.