Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 20/08 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 21/08 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/08 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/08 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 20/08 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 21/08 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/08 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/08 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 20/08 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 21/08 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/08 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/08 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 20/08 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 21/08 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/08 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/08 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

A China no meio da tensão entre Washington e Pyongyang

A China no meio da tensão entre Washington e Pyongyang
 
O Presidente Chinês apelou o seu homólogo americano à contenção. REUTERS/Toby Melville/Lucas Jackson/File Photos

Depois de os Estados Unidos terem anunciado no começo da semana que iam posicionar a sua marinha junto à península coreana, Pyongyang respondeu dizendo que a "Coreia do Norte está pronta para a guerra". Entretanto, Donald Trump aumentou a parada via Twitter dizendo que "A Coreia do Norte quer problemas. Se a China decidisse ajudar, seria fantástico. Senão, vamos resolver o problema sem eles! U.S.A."

Apesar de Pequim apelar tanto os Estados Unidos como Pyongyang à contenção, o desfecho desta escalada é imprevisível. Embora a China seja a aliada tradicional da Coreia do Norte, o regime de Xi Jinping tem mostrado sinais de que não vai seguir Kim Jong-Un em todas as suas iniciativas. Pyongyang tem procedido a 5 ensaios de armamento nuclear desde 2006, dois dos quais no ano passado e o último no passado 5 de Março. Receia-se que possam ocorrer mais, nomeadamente no próximo 15 de Abril, dia em que a Coreia do Norte celebra os 105 anos do nascimento do fundador do regime Kim Il-Sung.

Para Carlos Gaspar, director do Instituto Português de Relações Internacionais, é difícil avaliar qual será a capacidade de Pequim influenciar Pyongyang no sentido de evitar um conflito.
 

  • MPLA acredita que vai governar sozinho

    MPLA acredita que vai governar sozinho

    O MPLA concorre às eleições gerais de 23 de Agosto com outras cinco formações políticas. No programa eleitoral, o partido no …

  • Angola: um olhar sobre a acção cívica

    Angola: um olhar sobre a acção cívica

    "E se hoje fosse 23 de Agosto", este é o nome do projecto do Laboratório de Ciências Sociais e Humanidades da Universidade Católica …

  • Barcelona :

    Barcelona : "tudo muda depois de um atentado"

    Ontem à tarde uma carrinha invadiu o centro de Barcelona, na zona das Ramblas, 14 pessoas perderam a vida e há mais de uma centena de feridos. Durante a …

  • Aumento dos grupos de ódio nos Estados Unidos

    Aumento dos grupos de ódio nos Estados Unidos

    Depois dos incidentes em Charlottesville, no fim-de-semana passado, na Virgínia, que provocaram três mortos e vários feridos em confrontos entre os …

  • Turismo na Boa Vista continua a crescer

    Turismo na Boa Vista continua a crescer

    Boa Vista é a ilha com maior crescimento turístico em Cabo Verde, um fenómeno justificado pela enorme potencialidade do turismo de sol e praia. A …

  • CASA-CE propõe nova era para os angolanos

    CASA-CE propõe nova era para os angolanos

    A Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE) concorre às eleições gerais de …

  • UNITA promete um Estado ao serviço dos angolanos

    UNITA promete um Estado ao serviço dos angolanos

    A UNITA concorre às eleições gerais de 23 de Agosto com outros cinco partidos. Com uma agenda política para os próximos dez anos, o …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.