Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 25/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 27/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 25/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 27/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 25/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 27/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 25/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 27/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 27/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Venezuela: oposição volta a sair à rua

media Confrontos entre a polícia e os manifestantes em Caracas.19/04/2017. ©REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

A oposição venezuelana convocou nova manifestação para esta quinta-feira contra o presidente Nicolás Maduro. Nos protestos de ontem pelo menos três pessoas morreram e mais de trinta foram detidas.

A nova manifestação desta quinta-feira foi convocada ontem pelo líder da oposição, Henrique Capriles, numa conferência de imprensa do Movimento da União Democrática, coligação da oposição.

Em três semanas oito manifestantes foram mortos e mais de 500 pessoas foram detidas. Os dados são da organização não-governamental Foro Penal Venezuelano. Caracas vive uma grave crise política e económica e oposição, maioritária no Parlamento desde 2015, quer a saída antecipada do presidente socialista.

Centenas de milhares de opositores protestaram ontem nas ruas de Caracas e nas ruas de muitas outras cidades do país.

Um jovem de 17 anos acabou por falecer depois de ter sido atingido por várias balas provenientes de um grupo de indivíduos motorizado até agora desconhecido. A este, acresce-se a morte ainda de uma mulher também baleada e um militar venezuelano.

Um dos homens mais influentes do regime, Diosdado Cabello, deputado do regime, confirmou a morte do militar na televisão estatal e responsabilizou Henrique Capriles, ex-candidato presidencial.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.