Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 26/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 26/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 26/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 26/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Festival de Avignon arranca hoje com obra em japonês

media Festival de Avignon - Pátio de honra do Palácio dos Papas DR

A 71 ª edição do célebre Festival de Avignon arranca esta noite no Pátio de Honra do Palácio dos Papas, com a peça “Antígona”, em japonês, na versão de Satoshi Miyagi . Mas este ano, o festival dará também destaque a artistas do Continente africano.

Fundado em 1947 por Jean Vilar - célebre homem de teatro francês - o Festival de Avignon tornou-se uma das mais importantes manifestações internacionais do espectáculo vivo contemporâneo.

Todos os anos, entre Julho e Agosto, Avignon transforma-se numa cidade - teatro onde dezenas de obras são levadas a palco, para um público de todas as idades, ávido de novidade. Mas não é apenas o teatro que traz ali milhares de pessoas, pois o Festival inclui musica, a dança, artes plásticas, projecções e debates. Avignon transforma-se num gigantesco Fórum onde o publico participa em debates, e entra em contacto com os artistas.

Este ano, o Festival de Avignon dá destaque ao Continente Africano. Mas as peças selecionadas levantaram já uma pequena polémica quanto à própria natureza do teatro africano. E porque razão ? Porque as peças apresentadas contêem mais música e dança do que palavras.

Segundo alguns especialistas, levar a palco teatro africano em Avignon é arriscado. Exemplo disso, o sul - africano Brett Baily foi acusado de racismo, por ser branco, e ter pedido a figurantes negros que representassem cenas onde se visse a crueldade do colonialismo em África.

No dia 29 de Julho, a RFI difunde o espectáculo Femme Noire ( Mulher Negra), com Angélique Kidjo, Isaac De Bankolé, Manu Dibango, Dominic James e MHD, extraído dum poema de Léopold Sédar Senghor. Uma peça que é aguardada com grande interesse.

O  director do Festival de Avignon, Olivier Py  eagiu  sobre  a  polémica  gerada em redor da escolha artística no tocante à representação da África  nesta  edição de 2017. A escolha de Py foi criticada por, segundo  os seus detractores, concentrar-se  na  expressão corporal e  não dar realmente a palavra  aos  artistas africanos. Olivier Py refuta  a crítica sublinhando nomeadamente que  a África representada  no  festival  de 2017  é uma "nova Africa".

 

Olivier Py, Director do Festival d'Avignon 06.07.2017 06/07/2017 ouvir

   

Entretanto,Tiago Rodrigues, director do Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa,  estará também presente, com a sua última obra: O Ponto.

O "ponto" é aquele personagem que ninguém vê, mas cuja acção invisível vem ajudar o actor ou a actriz, que tenha tido uma falha de memória durante a peça, e tenha esquecido momentâneamento  o seu texto. Este é o tema de uma nova criação de Tiago Rodrigues, que estreará em Avignon antes mesmo de se estrear em Portugal.

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.