Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 16/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 16/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 16/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 16/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Mahmoud Abbas corta contacto com Israel

media Presidente da Autoridade Palestina Mahmoud Abbas AFP/Abbas Momani

Três palestinianos morreram na sexta-feira, em confrontos com as forças de segurança israelitas, em Jerusalém Oriental e na Cisjordânia ocupada. Três israelitas foram esfaqueados mortalmente no mesmo dia no assentamento de Neve Tsuf, também conhecido como Halamish, a noroeste de Ramallah.

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, afirmou que vai congelar os contactos com Israel por conta das medidas implantadas pelo país judeu na Esplanada das Mesquitas.

O impasse começou na semana passada, quando dois policiais israelitas morreram e um terceiro ficou ferido depois de um ataque terrorista. Israel decidiu, nessa altura, instalar câmaras de vídeo e detectores de metais.

Este sábado, o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, condenou o que classificou de “recurso excessivo” de Israel à força, depois dos confrontos de ontem.

“Condeno o uso excessivo da força pelas forças israelitas contra os nossos irmãos, que se reuniram para as orações de sexta-feira”, afirmou Erdogan, num comunicado publicado na página da presidência turca.

Recep Tayyip Erdogan precisou que falava enquanto presidente rotativo da Organização de Cooperação Islâmica.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.