Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 10/12 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 08/12 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 10/12 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 08/12 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 10/12 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 08/12 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 10/12 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 08/12 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 10/12 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 08/12 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 10/12 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 08/12 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 10/12 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 08/12 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 10/12 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 08/12 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Papa Francisco reza pela verdade e reconciliação na Colômbia

media  
O Papa Francisco celebra em Villavicencio a missa pela reconciliação nacional na Colômbia.08 de Setembro de 2017 REUTERS/Stefano Rellandini

No âmbito da sua visita a Colômbia , que encetou recentemente um processo de paz, o Papa Francisco presidiu uma missa, durante a qual rezou a favor da paz e da reconciliação entre as vítimas e os antigos guerrilheiros das FARC, envolvidos numa guerra civil, que durou meio século.Ele exortou as autoridades colombianas a privilegiar a verdade e a justiça, perante os seus concidadãos afectados  pelo longo conflito.

A missa consagrada à reconciliação entre as vítimas e os protagonistas da guerra civil, serviu de ocasião ao Sumo Pontífice para lembrar aos colombianos a importância da verdade e da justiça, no processo que encetou o país da América latina depois do acordo de paz assinado no dia 24 de Novembro de 2016 entre o Governo e as FARC.

 

Efectuada na região de Villavicencio no centro da Colômbia, a missa caracterizou-se por uma forte emoção. A maioria dos presentes verteram lágrimas, quando o Papa Francisco sublinhou que no longo e difícil,mas não obstante esperançoso processo de paz, era indispensável aceitar a verdade, porque esta é indissociável da reconciliação

 

Várias famílias que perderem entes queridos no decurso do conflito, exprimiram ao Chefe da Igreja Católica a sua vontade de perdoar . Os antigos guerrilheiros aproveitaram também a ocasião para redimir-se. Na quinta-feira,Rodrigo Londono , ex-líder das FARC, agora transformadas em partido político, numa carta aberta ao Papa Francisco, pediu perdão, pelo sofrimento e dor causados ao povo da Colômbia.

 

Chefes das comunidades indígenas afectadas pelo conflito ,que durou 52 anos, assistiram igualmente a missa, durante a qual num gesto simbólico de reconciliação e de protecção ao meio ambiente,o Papa Francisco plantou uma árvore.

O Sumo Pontífice citou por várias vezes o nome do cantor colombiano Juanes, muito implicado no processo a favor da paz no seu país. A estátua do Cristo de Bojaya, escurecida e mutilada por tiros de metralhadora, no decurso  de um massacre em que morreram 79 pessoas em 2002, esteve no centro da prece pela reconciliação nacional, na Colômbia.

 

 

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.