Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/07 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/07 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/07 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/07 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/07 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/07 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/07 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/07 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/07 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/07 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/07 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/07 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/07 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Urgente
Argélia venceu CAN 2019
Mundo

Donald Trump perde batalha no Alabama

media Apoiantes do candidato republicano derrotado Roy Moore. 12 de Dezembro de 2017. JIM WATSON / AFP

O presidente norte-americano, Donald Trump, perdeu a batalha nas eleições para o Senado no Alabama. O candidato democrata, Doug Jones, venceu o republicano Roy Moore, apoiado por Trump.

O candidato democrata Doug Jones conquistou um assento no Senado pelo Alabama. Uma dupla vitória para as democratas que vencem neste estado conservador pela primeira vez desde 1992 e que conseguem reduzir a curta maioria republicana no Senado que passa a ser de 51 em 100 lugares.

O triunfo do candidato democrata representa também uma dupla derrota para o presidente norte-americano. Por um lado, trata-se do segundo mau resultado eleitoral para Donald Trump em um mês porque em novembro os democratas ganharam várias eleições para governadores e outros cargos locais. Por outro lado, o presidente apoiou Roy Moore apesar das acusações de abuso sexual durante a campanha e apesar desse apoio ter sido cortado pela maior parte dos eleitos republicanos.

Ainda assim, a derrota de Roy Moore evita a abertura de uma investigação pela comissão ética do Senado que arriscava dividir ainda mais o partido e evita também que os democratas pudessem usar a sua presença no Senado como arma eleitoral em 2018, ano em que as eleições legislativas devem renovar a totalidade da Câmara dos Representantes e um terço do Senado.

O democrata Doug Jones, de 63 anos, é um defensor de direitos civis e estreante em eleições. Apoia a interrupção voluntaria da gravidez e defende a luta contra as alterações climáticas. A sua vitória é um sismo político face a uma campanha centrada no adversário, um antigo juiz ultra-conservador que foi acusado de ter abusado adolescentes na década de 70.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.