Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 25/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 25/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 25/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 25/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Julgamento de Salah Abdeslam "o silêncio é a minha defesa"

media Salah Abdeslam, único membro vivo do grupo jihadistas que atacaram Paris em Novembro de 2015, presente no tribunal de Bruxelas esta segunda-feira. Esboço do 05/02/18 REUTERS/Yves Capelle

Começou esta manhã o julgamento de Salah Abdeslam, o cérebro dos atentados de 13 de Novembro de 2015, nos quais 130 pessoas perderam a vida. O presumível terrorista é julgado por tentativa de homicídio no decorrer de um tiroteio que aconteceu quatro meses depois dos ataques de Paris.

O processo começou esta manhã e deverá desenrolar-se ao longo de quatro dias, até sexta-feira. Salah Abdeslam foi apresentado como o cérebro dos atentados, mas não é isso que o leva esta segunda-feira a tribunal. Em causa está um outro processo, de tentativa de homicídio num tiroteio.

Abdeslam foi detido a 18 de Março de 2016, depois de se refugiar num apartamento no Bairro de Molembek. Esta segunda-feira comparece perante o tribunal, juntamente com outro homem que o acompanhou na fuga, Sofien Ayari.

"O meu silêncio não faz de mim um criminoso, é a minha defesa”, argumentou Salah Abdeslam, que também tem recusado colaborar com as autoridades francesas, onde se encontra detido para ser julgado pelo seu envolvimento nos mais mortíferos atentados cometidos em território francês, em 13 de Novembro de 2015, que provocaram 130 mortos.

No Palácio de Justiça de Bruxelas, Salah Abdeslam fez várias referências à sua religião, o Islão, e lançou críticas ao sistema de Justiça, afirmando que “os muçulmanos são julgados e tratados da pior forma” e não beneficiam do princípio de presunção de inocência.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.