Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 09/12 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 07/12 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 09/12 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 07/12 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 09/12 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 07/12 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 09/12 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 07/12 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 09/12 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 07/12 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 09/12 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 07/12 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 09/12 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 07/12 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 09/12 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 07/12 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Petro, nome da criptomoeda lançada por Venezuela

media Petro, nome da criptomoeda lançada pelas autoridades da Venezuela, a 20 de fevereiro de 2018 Marco Bello / REUTERS

Petro, é o nome da criptomoeda posta à venda hoje pelas autoridades de Venezuela, como vinham anunciando, há um certo tempo. Foram postos à venda mais de 38 milhões de petros, a nova moeda virtual, com base no preço do barril de petróleo a 60 dólares, uma operação destinada a lutar contra o bloqueio financeiro dos Estados Unidos.

 As autoridades da Venezuela, começaram, esta terça-feira, (20) a venda de 38,4 milhões de "petros", a criptomoeda, lançada com o objectivo de lutar contra o bloqueio financeiro dos Estados Unidos, segundo o vice-presidente, Tareck El Aissami, numa declaração do lançamento oficial do "petro".

"Petro" é o nome desta moeda virtual, que vai operar em paralelo com a moeda nacional do país, o bolívar. Esta criptomoeda venezuelana, é baseada nas reservas de petróleo do país e tem um valor de 60 dólares, preço do barril de petróleo, numa altura em que o país atravessa uma grave crise económica.

Ao todo, foram emitidos 100 milhões de petros, com a segunda venda de cerca de 44 milhões suplementares, a 20 de março, sendo que o governo guardará, os restantes 17,6 milhões.

O vice-presidente da Venezuela, El Assami, sublinhou, que esta nova moeda vai "gerar confiança e segurança no mercado nacional e internacional".

Quando a iniciativa foi apresentada no início de dezembro de 2017, o governo de Caracas, tinha dito que o petro permitiria "avançar para novas formas de financiamento internacional" face às sanções financeiras americanas.

De notar que os especialistas, são menos optimistas, quanto ao sucesso da nova moeda virtual criada pela Venezuela. Os peritos sublinham que os profundos desequilíbrios económicos do país não ajudam em nada a confiança no petro.

Para o economista, Pascal de Lima, consultor na Harwell Management, em Paris, a criptomoeda lançada hoje pelas autoridades venezuelanas, vai ter dificuldades de implementaçao, porque não está regulada e surge antes duma necessária reforma política, económica e financeira no país.

Pascal de Lima, economista sobre lançamento da criptomoeda da Venezuela 20/02/2018 ouvir

Voltaremos a este assunto no Magazine Economias de 23 de fevereiro !

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.