Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 25/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 25/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 25/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 25/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 25/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Último dia de campanha eleitoral na Rússia

media Palácio do Kremlin em Moscovo. Mladen ANTONOV / AFP

Assinala-se hoje à meia-noite o último dia de campanha para a primeira volta das presidenciais na Rússia. No Domingo, 107 milhões de eleitores serão chamados às urnas para escolher entre 8 candidatos, dos quais se destaca Vladimir Putin, candidato a um quarto mandato na chefia do Estado.

Após 18 anos no poder, contando com a sua passagem na chefia do governo russo entre 2008 e 2012, Vladimir Putin sente-se seguro de alcançar um quarto mandato de seis anos na presidência do seu país. Em finais de Dezembro, o seu principal adversário político, Alexeï Navalny, foi proibido de participar na corrida devido a uma condenação judicial num caso de alegado desvio de fundos datando de 2009, o que deixou praticamente o espaço livre para Putin.

Diante dele, os outros 7 candidatos entre os quais o comunista Pavel Grudinine, creditado com cerca de 7% de intenções de voto, ou ainda o ultranacionalista Vladimir Jirinovski, com cerca de 5%, não conseguem rivalizar com os 69% das intenções de voto para o Presidente cessante.

Durante esta campanha sem grande suspense, Vladimir Putin não participou em nenhum debate político com os seus adversários. Nestas condições, o verdadeiro barómetro do grau de adesão dos russos à política de Putin residirá na taxa de participação, tendo em conta que os apoiantes de Navalny apelam ao boicote deste escrutínio. Desde o começo da campanha, a comunicação social russa refere que o objectivo do Kremlin é obter 70% de participação e 70% de votos a favor de Putin. Contudo um instituto de sondagem independente indicou que a participação poderia ficar compreendida entre 57 e 68%.

Refira-se ainda que no Domingo, para além das autoridades colocarem 40 mil câmaras de vigilância nas principais mesas de voto no intuito de evitar fraudes, a Comissão Eleitoral informa ainda que quase 1400 observadores estrangeiros deverão ser acreditados para fiscalizar o escrutínio. Mais pormenores aqui.

Crónica do último dia de campanha eleitoral na Rússia 16/03/2018 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.