Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 18/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 18/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 18/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 18/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Serge Sarkissian, demite-se de primeiro ministro da Arménia

media Opositor arménio numa manifestação pedindo demissão do primeiro-ministro da Arménia, Serge Sarkissian, o que aconteceu a 23 de abril Vano SHLAMOV / AFP

Manifestantes arménios festejaram hoje em diferentes pontos da Arménia, a queda de Serge Sarkissian, forçado a demitir das suas funções de primeiro-ministro, que ocupava, há pouco tempo, depois de ter sido presidente da República. Durante mais de uma semana foi contestado nas ruas por manifestantes, liderado por Nikol Pachinian, ex-jornalista, hoje, político na oposição.

Nikol Pachinian, 42 anos, antigo jornalista e opositor de longa data, liderou com mestria o movimento de protesto que levou à demissão, esta segunda-feira, (23) do primeiro-ministro, recentemente, eleito, Serge Sarkissian.

Há poucas semanas, apenas um punhado de pessoas acreditava que Nikol Pachinian seria capaz de pôr nas ruas das cidades de Arménia, milhares de manifestantes, inclusivamente, militares, bloqueando estradas e paralizando a economia do país, contra o poder autoritário à maneira soviética de Serge Sarkissian.

O anúncio surpresa da demissão de Serge Sarkissian, aconteceu hoje, poucas horas depois da libertação de Nikol Pachinian, preso ontem durante uma manifestação.

Pachinian, saiu da estação da polícia e foi juntar-se imediatamente ao movimento de protesto nas ruas de Erevan, lançando a palavra de ordem, que provocaria a queda do primeiro-ministro: "Todo o mundo já percebeu que já ganhámos".

Do seu lado, Serge Sarkisson, ex-presidente da República durante 6 anos, tinha sido eleito recentemente primeiro-ministro, pelos deputados saídos das útimas eleições legislativas, declarou:" Deixo o posto de dirigente do país", num comunicado anunciando a sua demissão.

"O movimento de protesto não queria que eu fosse primeiro-ministro. Satisfaço o vosso pedido e desejo paz e harmonia ao nosso país", precisou. Uma notícia que foi recebida por gritos de alegria dos manifestantes na praça da República, da capital, que aplaudiram o gesto.

A demissão de Sarkisson, será seguida dos membros do governo e os diferentes partidos com assento no Parlamento têm 7 dias para apresentarem os seus candidatos ao posto de primeiro-ministro.

Mas a batalha política não terminou pois o parlamento está dominado  por uma coligação liderada pelo Partido republicano de Serge Sarkissian, que dispõe de uma maioria absoluta de 65  lugares de um total de 105.

Ao assumir as funções de primeiro-ministro tinha feito uma reforma constitucional reforçando os poderes do governo, num regime parlamentar, em detrimento dos poderes do Presidente, que não passava de um corta-fitas.

Começa assim uma outra batalha política que é a duma revisão constitucional, alteração do código eleitoral com vista a eleições legislativas antecipadas, num país, que pertenceu à esfera soviética, onde ainda não há uma cultura democrática e o respeito de um Estado de direito.

A análise de Tigrane Yegavian, francês de origem arménia.

Tigrane Yegavian, analista político sobre a crise política na Arménia 23/04/2018 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.