Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 22/05 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 19/05 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/05 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/05 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 19/05 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 22/05 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/05 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/05 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 19/05 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/05 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/05 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/05 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 19/05 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 21/05 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/05 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/05 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Ataque israelita contra posições iranianas e do Hezbollah na Síria

media Ataques israelitas em Damasco durante a noite de 9 de Maio de 2018. REUTERS/Omar Sanadiki

A Síria foi palco de um novo episódio que representa uma escalada de tensão militar e que deixou em alerta a comunidade internacional.

Esta noite, Israel atacou infra-estruturas iranianas na Síria em resposta ao lançamento de projécteis, por forças iranianas, contra parte dos montes Golã ocupada por Israel. Uma escalada de tensão que deixou em alerta a comunidade internacional.

É mais um episódio que aumenta o risco de escalada militar numa ‘guerra por procuração’ em território sírio.

As forças iranianas na Síria dispararam, durante a noite, duas dezenas de projécteis contra posições israelitas nos montes Golã. Em retaliação, o exército de Israel bombardeou infra-estruturas iranianas na Síria.

De um lado, os Estados Unidos condenaram o que chamaram “ataques provocadores" lançados pelo Irão a partir da Síria "contra cidadãos israelitas" e defenderam o direito de Israel a "agir em autodefesa".

Também a Alemanha falou em “grave provocação” das forças iranianas contra as posições israelitas e o Reino Unido exortou o Irão a evitar acções que possam desestabilizar a região.

Do outro lado, a Rússia apelou “ao diálogo" entre Irão e Israel e disse que Moscovo tinha alertado Israel contra "qualquer acção que pudesse ser provocadora".

O governo de Damasco defendeu que os bombardeamentos de Israel contra bases iranianas abrem uma “nova etapa” e um “confronto directo” contra a Síria que está em guerra desde 2011.

A escalada da tensão ocorre num contexto de incerteza em relação ao programa nuclear iraniano, depois de os Estados Unidos terem decidido abandonar o acordo internacional sobre o nuclear iraniano.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.