Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 18/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Trump cancelou cimeira com Kim Jong Un

media Televisor sul-coreano com imagens de líder americano e norte-coreano em Seoul, Coreia do Sul, a 24 de Maio de 2018. REUTERS/Kim Hong-Ji

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump numa carta dirigida ao líder norte-coreano Kim Jong Un cancelou a cimeira de Singapura prevista para 12 de Junho. O chefe de Estado americano alega cancelar o encontro devido à "fúria tremenda" e "hostilidade aberta" nas suas últimas declarações.

A missiva de Donald Trump, com data de 24 de Maio de 2018, foi publicitada pela rede social Twitter.

O presidente americano afirma que o encontro se realizava a pedido da Coreia do Norte e que Trump estava ansioso por esta cimeira.

Infelizmente, pode ler-se na carta, as últimas declarações de Kim Jong-un foram tidas pelo presidente americano como sendo "de uma fúria tremenda" e de uma "hostilidade aberta".

Daí não ser apropriado, explica o inquilino da Casa Branca, em realizar esta cimeira há muito aguardada.

Você fala das suas capacidades nucleares, mas as nossas são tão maciças e potentes que rezo a Deus para que elas nunca tenham que ser utilizadas.

Espero que um dia nos encontremos, mas o mundo e a Coreia do Norte, em particular, perderam uma óptima oportunidade em prol de uma paz duradoura, de uma grande prosperidade e riqueza.

Esta oportunidade falhada é verdadeiramente um momento triste na história, conclui Trump agradecendo, ainda assim, a libertação dos reféns americanos que já puderam voltar para as suas casas e respectivas famílias.

Um gesto bonito que foi muito apreciado, comenta Donald Trump.

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.