Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 21/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 21/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 21/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

UE investiga BMW, Daimler e o grupo Volkswagen

media A nível europeu, não existem disposições legais prevendo uma data-limite para investigações sobre cartéis AFP

A Comissão Europeia abriu hoje um inquérito aprofundado sobre um alegado conluio entre os gigantes automóveis alemães BMW, Daimler e o grupo Volkswagen no intuito de evitar qualquer concorrência no respeitante ao desenvolvimento e dotação de tecnologias para a redução de emissões poluentes.

Este novo caso nos quais estão envolvidos esses 3 grandes nomes do sector automóvel foi revelado no verão de 2017 pelo semanário alemão "Der Spiegel". Poucas semanas depois, em Outubro de 2017, a Comissão Europeia anunciou ter efectuado inspecções relativas à BMW, Daimler e Volkswagen, bem como a duas filiais da Volkswagen, a Audi e a Porsche.

Com esta investigação mais aprofundada, a Comissão Europeia procura saber se este círculo terá participado em reuniões em que se entenderam secretamente quanto ao desenvolvimento das suas tecnologias limpas, no fito de evitar qualquer concorrência, o que do ponto de vista do executivo europeu "poderia ter impedido os consumidores de adquirirem carros menos poluentes, quando a tecnologia estava ao dispor dos construtores".

Perante estas suspeitas, os construtores garantiram estar a cooperar com as autoridades. Enquanto a Daimler dava a entender que existia um entendimento entre os construtores sem especificar qual, a BMW afirmou estar apegada "aos princípios de mercado livre e concorrência leal" e a Volkswagen considerou que este inquérito representa apenas "uma etapa processual".

Já colocados em dificuldade, uns após os outros, desde 2015, com a revelação do "Dieselgate", um vasto esquema abrangendo milhões de automóveis visando a ocultar o grau real de emissões poluentes, a confirmarem-se, estas novas acusações poderiam ficar caras aos gigantes alemães do automóvel. Em 2016, a Comissão Europeia aplicou uma multa de quase 3 mil milhões de Euros a quatro fabricantes europeus de camiões, sob a acusação de terem estabelecido um acordo sobre o preço de venda dos seus veículos durante 14 anos.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.