Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Inaugurada ponte mais comprida sobre o mar

media Com 55km de comprimento total a ponte sobre o mar liga doravante Hong Kong, Macau e Zhuhai. REUTERS/Bobby Yip

O presidente chinês Xi Jingping inaugurou esta terça-feira (23/10) a ponte que liga Hong Kong, Macau e Zhuhai, na província de Guandong, abrangendo um universo mais de 60 milhões de pessoas. Trata-se da ponte mais comprida sobre o mar no mundo.

Esta inauguração ocorreu após nove anos de construção e muitas polémicas envolvendo acidentes de trabalho, investigações sobre alegada corrupção, obstáculos técnicos e derrapagens orçamentais.

Esta proeza da engenharia que liga Hong Kong, Macau e Zhuhai, na China continental, e outras nove cidades da província de Guangdong, a mais dinâmica das províncias chinesas incluindo cidades como Cantão e Shenzhen.

Segundo a versão oficial, a ponte pretende dar maior integração económica e política às regiões do Delta do Rio das Pérolas, apesar de os críticos afirmarem que  se trata de infra-estrutura de propaganda da unidade da China continental, em relação a Macau e Hong Kong, que gozam de um largo estatuto de autonomia.

Esta seria a primeira vez desde 1997 que os chineses se implicam em parcelas de territórios semi autónomos.

Orçada em 1.9 mil milhoes de euros, esta infraestrutura colossal alterna  uma estrutura principal de 29,6 kms, uma secção em ponte de 22,9 kms e um túnel subaquático de 6,7 kms, numa extensão total de 55 kms.

Mas e contrariamente ao que muita imprensa noticia, esta não é a maior ponte do mundo sobre o mar, mas sim a mais comprida, como referido à RFI pelo engenheiro Fernando Branco, professor catedrático e atualmente presidente da Associação Mundial das Pontes, como pode ouvir no magazine Ciência.

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.