Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 17/02 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/02 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/02 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 17/02 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/02 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/02 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 17/02 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/02 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/02 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 17/02 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/02 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/02 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/02 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
França

Lusofonia marca encontro nas Trans Musicais

media Américo Brito e Arp Frique durante o seu concerto nas Trans Musicais de Rennes.08 de Dezembro de 2018 L.Silva/RFI

Ponto  final para  mais  uma edição das Transmusicais  de Rennes, este ano  marcada pela vontade de  uma maior  visibilidade a  música  africana  do século  vinte  e um, bem como a sua  influência na  produção artisitca contemporânea. Durante  o evento, RFI  falou com a angolana  Pongo  e  com Américo  Brito de Cabo Verde, um dos cantores do projecto do solista holandês Arp Frique & Family.  

 

 

Encerra neste domingo a quadragésima edição do festival Les Trans Musicales de Rennes, marcado por uma revisita da música africana como matriz da pop contemporânea. O evento foi uma vitrina, nomeadamente para a herança musical de Fela Anikulapo Kuti e pelas novas correntes da chamada neo-electronica.

Durante o festival que decorreu de 5 a 9 de Dezembro, RFI foi ao encontro da angolana Pongo, um dos destaques do cartaz, e do solista holandês Arp Frique cujo objectivo é resgatar o espirito da música de dança tocada por instrumentistas, versão “freak c’est chic”.

Américo Brito, oriundo de Cabo Verde, é um dos cantores a que Arp Frique recorreu para materializar o seu projecto e o espirito da festa.

Américo Brito que já tem uma longa carreira, é um artista familiar com múltiplos tipos de fusão .Ele contou-nos como veio a colaborar com Niels Nieuborg, ou seja Arp Frique & Family do qual um dos hits, actuais, é a composição “Nos Magia”, assinada por Nieuborg e Brito  e interpretada pelo músico e cantor de origem cabo verdiana.

Reportagem de Leonardo Silva nas Trans Musicais de Rennes 09/12/2018 ouvir

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.