Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 22/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 20/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 22/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 20/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 22/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 20/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 22/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Estreia macaense de "Hotel Império"

media Realizador português Ivo Ferreira no Festival de cinema de Macau a 8 de Dezembro de 2018. RFI/Miguel Martins

"Hotel Império", longa metragem sobre Macau, do cineasta Ivo Ferreira, estreava hoje no âmbito do Festival internacional de cinema. A procura de bilhetes foi tal que foi necessário conseguir uma sala maior para acolher o público curioso por ver um filme rodado no território.

O cineasta português está ligado ao antigo território luso no sul da China nas últimas duas décadas, daí esta estreia ter um sabor especial.

O filme teve duas estreias em festivais anteriores: a primeira na China em Pingyao, em Outubro, e depois em São Paulo, no Brasil.

O filme implicou um elenco internacional envolvendo actores de Portugal, a ex esposa do realizador, a actriz Margarida Vila Nova, ou ainda o taiwanês e britânico Rhydian Vaughan, para além de talentos da vizinha Hong Kong e de Macau.

Trata-se de um Macau imaginário do realizador, implicando a venda de um hotel degradado em prol da especulação imobiliária em prol dos casinos.

A indústria dos casinos, a prostituição em saunas e salões de massagem são dos ambientes que o filme encerra.

Num sincretismo cultural que passa também pela parte linguística, num filme esssencialmente falado em cantonense e mandarim, com excertos em inglês e português.

Onde se canta fado e também se vê ópera chinesa e onde paira uma nostalgia, porventura legado dos portugueses, admitia o cineasta.

O também realizador de "Cartas da guerra", adaptação ao cinema do livro epistolar de António Lobo Antunes, consagrado internacionalmente, nomeadamente no Festival de Berlim de 2016 foi amplamente premiado em Portugal.

Tratava-se das missivas enviadas à esposa por um médico do exército português em Angola durante a guerra colonial.

Também "Hotel Império" seria uma ilustração de outra vertente da descolonização portuguesa a que se deve juntar "Projeto global", em curso, sobre o período das FP25, Forças Populares 25 de Abril, uma organização armada clandestina de extrema-esquerda activa em Portugal entre 1980 e 1987.

"Hotel Império" deve estrear em Abril de 2019 em Portugal, ano em que se assinalam os 20 anos da transferência de soberania do território de Lisboa para Pequim.

Ivo Ferreira, realizador português de "Hotel Império" 12/12/2018 ouvir
Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.