Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 17/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 16/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 17/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 16/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 17/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 16/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 17/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 16/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 16/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 17/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Iémen: rebeldes começam a retirar do porto de Hodeida

media O conflito no Iémen já matou quase 10 mil pessoas. Reprodução Google

No Iémen, os rebeldes hutis deram início à retirada do porto de Hodeida, uma cidade chave na zona oeste do país. Trata-se da aplicação dum acordo de cessar-fogo alcançado com o poder político na Suécia em 13 de dezembro.

A notícia da retirada dos rebeldes iémenitas é avançada por fonte das Nações Unidas, que pede anonimato, e confirmada pelo porta-voz dos hutis em declarações ao canal de televisão do movimento rebelde.

No entanto, desconhece-se se as forças governamentais, estacionadas nalguns quarteirões do sul da cidade, terão já dado também início à sua retirada.

Recorde-se que após uma semana de negociações, as milícias pró-iranianas, que estavam em posse da cidade portuária, e a coligação sob comando saudita, que apoia as forças governamentais, aceitaram terminar as hostilidades e retirar. 

A trégua entrou em vigor a 18 de dezembro.

Uma equipa de observadores da ONU encontra-se em Hodeida para acompanhar o processo.

 

 

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.