Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 23/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 20/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 20/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 23/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 20/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 22/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 22/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 20/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 20/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 22/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

Arábia Saudita decapita e crucifica 37 opositores acusados de terrorismo

Arábia Saudita decapita e crucifica 37 opositores acusados de terrorismo
 
De lenço vermelho, o carrasco (esq) das 37 pessoas executadas por terrorismo na Arábia Saudita a 23 Abril 2019 HRW

A Aràbia Saudita esta terça-feira (23/04) executou 37 opositores, na sua maioria de confissão xiita, acusados de terrorismo e espiongem a favor da potência inimiga o Irão, 1 deles era menor aquando da sua condenação, 36 foram decapitados e 1 crucificado, pena suprema neste país.

A comunidade internacional condenou unanimemente mas de forma "morna" um "julgamento de fachada" segundo a Amnistia Internacional, que conduziu a um "crime gravíssimo e de uma barbárie suprema", como começa por referir Álvaro Vasconcelos, antigo director do Instituto de Estudos de Segurança da União Europeia, que denuncia a "ditadura totalitária" que é a Arábia Saudita, que executa e prende opositores, sobretudo xiitas, acusando-os de terroristas, com a impunidade da comunidade internacional, que privilegia os negócios com a Arábia Saudita.


Sobre o mesmo assunto

  • Mundo

    Arábia Saudita admite ter morto por engano 140 hutis

    Saber mais

  • Arábia Saudita: rei Salmane escolhe novo sucessor

    Saber mais

  • Arábia Saudita/Turquia

    Arábia Saudita confirmou morte de Khashoggi no consulado

    Saber mais

  • Iémen

    Arábia saudita ataca rebelião huti em Sanaa no Iémen

    Saber mais

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.