Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 26/06 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 23/06 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 26/06 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 23/06 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 26/06 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 23/06 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 26/06 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 23/06 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 23/06 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 26/06 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
Mundo

Chico Buarque de Holanda galardoado com Prémio Camões

media Chico Buarque de Holanda, Prémio Camões 2019. MAURO PIMENTEL / AFP

O brasileiro Chico Buarque foi galardoado com o Prémio Camões 2019, mais  alta recompensa literária de língua portuguesa. Mais conhecido como îcone da música popular brasileira, Buarque desenvolve paralelamente uma obra literária marcada pela poesia, romances e peças de teatro.

Francisco Buarque de Holanda, galardoado com a trigésima primeira edição do Prémio Camões, sucede ao cabo verdiano Germano Almeida.

Instituído em 22 de Junho de 1988, sob o patrocínio dos Governos de Portugal e do Brasil e dotado do valor monetário de 100.000 euros, o Prémio Camões tem como objectivo enriquecer o património literário e cultural da língua portuguesa.

Até a data, só o angolano José Luandino Vieira recusou o citado prémio em 2006, alegando razões pessoais e incompatibilidade, por considerar que vinha de um longo período de inactividade literária.

Chico Buarque declarou sentir-se feliz por ter recebido o Prémio Camões 2019. Segundo ele segue os passos do seu compatriota Raduan Nassar, recipiente do prestigioso galardão literário em 2016.

Por ocasião da celebração na UNESCO, em Paris, do Dia da Língua Portuguesa e da cultura dos países da CPLP, o embaixador português na referida organização, António Sampaio da Nóvoa congratulou-se com a atribuição do prémio ao "seu amigo" e defende que a atribuição do Prémio Nobel ao americano Bob Dylan contribuiu para imprimir uma nova dinâmica a literatura.

António Sampaio da Nóvoa, embaixador de Portugal na UNESCO 22/05/2019 ouvir

Autor de poesia e peças de teatro, Chico Buarque de Holanda escreveu no âmbito da sua produção literária nomeadamente os romances Estorvo (1991), Budapeste ( 2003 ) e Leite Derramado ( 2009 ). O seu último livro é O irmão alemão ( 2014 ).

Francisco Buarque de Holanda, mais conhecido pelo seu nome artístico de Chico Buarque de Holanda, nasceu no Rio de Janeiro em 19 de Junho de 1944.

Fizeram parte do júri, que atribuiu a Chico Buarque de Holanda o Prémio Camões 2019, Clara Rowland e Manuel Frias, de Portugal, Ana Paula Tavares, de Angola, António Cícero Correia Lima e António Carlos Hohlfeldt, do Brasil, e Nataniel Ngomane, de Moçambique.

 

 

 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.