Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 18/09 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 15/09 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 18/09 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 15/09 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 18/09 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 15/09 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 18/09 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 15/09 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 15/09 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/09 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
São Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe: Conferência de doadores vira-se para parceiros internacionais

media Encerrou hoje a mesa redonda de doadores e de investidores dedicada a São Tomé e Príncipe facebook.com/patrice.trovoada.oficial

As autoridades são-tomenses estão hoje reunidas em Londres para a mesa redonda de doadores. No segundo dia da conferência de investidores de São Tomé e Príncipe a atenção virou-se para os parceiros internacionais.

Em Londres, encerrou hoje a mesa redonda de doadores e de investidores dedicada a São Tomé e Príncipe na qual o primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada, liderou uma delegação composta por 18 membros do Governo e técnicos nacionais.

A delegação reuniu-se com os parceiros de desenvolvimento para tentar manter a ajuda internacional ao país, depois de ontem ter tentado angariar junto de investidores cerca de 610 milhões de dólares para construir um porto marítimo de águas profundas e expandir o aeroporto internacional.

Países como Portugal ou os Emirados Árabes Unidos, instituições como o Banco Mundial, a Organização das Nações Unidas e o Fundo Monetário Internacional, estiveram representados numa discussão onde Patrice Trovoada voltou a defender uma visão de futuro para o país depender menos de ajuda internacional e entrar no caminho de uma economia sustentável.

 “Temos vários cenários, mas eu diria que um cenário razoável para nós seria 90 milhões de dólares anuais para os próximos quatro anos”, disse o primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe.

Este financiamento é importante para aquele que é o objectivo declarado do Governo são-tomense: proporcionar à população mais emprego e melhores condições de vida.

Bruno Manteigas, correspodente na capital britânica 15/10/2015 ouvir

 

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.