Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 18/04 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 14/04 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/04 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 18/04 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 14/04 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/04 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 18/04 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 14/04 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/04 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 18/04 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 14/04 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 14/04 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 18/04 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.

FMI dá avaliação "favorável" a São Tomé e Príncipe

FMI dá avaliação
 
Palácio presidencial em São Tomé Wikimedia

O FMI terminou esta quinta-feira (24/03) a sua avaliação anual a São Tomé e Príncipe, tendo considerado favorável o desempenho económico do arquipélago, com um crescimento estável do PIB de cerca de 4% desde 2012, considerado mais rápido do que muitos pequenos estados insulares, mas insuficente para reduzir significativamente a pobreza no país.

As expectativas macro-económicas do FMI são pois favoráveis a curto prazo, mas os desafios persistem com uma previsão de crescimento do PIB de 5% em 2016 e a inflação a manter-se nos 4%, sobretudo devido à baixa dos preços dos bens alimentares e do petróleo.

O FMI apontou como principais críticas ao país o aumento do crédito mal parado e do individamento das familias e das empresas, o que segundo a institução dificulta o acesso ao crédito pelo sector privado.

Neste ano de eleições presidenciais em São Tomé e Príncipe (segundo semetre de 2016) o FMI aconselha as autoridades a manterem a prudência fiscal e a investirem nos sectores energético, do turismo e da agricultura.

Para comentar estes dados ouvimos Teotónio Torres, antigo ministro da economia nos anos 80 (antes da instauração do multipartidarismono arquipélago), ele defende que a pesca deveria ser um dos sectores prioritários, mas continua um acérrimo critico à gestão dos fundos públicos, às instituições internacionais e à Europa que a seu ver roubam o seu país, onde admite no entanto que a corrupçao é endémica, recordando mesmo que em 2010 "tentaram matá-lo".
 


Sobre o mesmo assunto

  • São Tomé e Príncipe

    FMI com avaliação positiva de São Tomé e Príncipe

    Saber mais

  • SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

    STeP in Londres marcou o ano em São Tomé e Príncipe

    Saber mais

  • SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

    Aprovado Orçamento de Estado de São Tomé e Príncipe

    Saber mais

  • Em directo da redacção

    COP21: Projecto de bioenergia em São Tomé em foco

    Saber mais

  • Notre-Dame: “Mil milhões de euros é mais que suficiente”

    Notre-Dame: “Mil milhões de euros é mais que suficiente”

    Quase mil milhões de euros em donativos em apenas dois dias para salvar a Catedral de Notre-Dame. As imagens deste símbolo de Paris a arder levaram os multimilionários …

  • Angola: população triplica em 15 anos

    Angola: população triplica em 15 anos

    Em 50 anos Angola registou um aumento populacional de 331%. Nos últimos 15 anos a população angolana quase que triplicou. Os dados são do relatório anual sobre o Estado …

  • Cabo Verde: Mais investimento, mais emprego

    Cabo Verde: Mais investimento, mais emprego

    Uma missão do Fundo Monetário Internacional esteve recentemente em Cabo Verde para avaliar a performance económica do país. O FMI elogiou a privatização da companhia …

  • Comércio livre será a solução para o desenvolvimento africano?

    Comércio livre será a solução para o desenvolvimento africano?

    No Magazine Economias o destaque vai para as dificuldades em ser implementada a zona de comércio livre em Áfica.No "Africa CEO Forum" que decorreu esta semana em Kigali, …

  • Idai abranda crescimento de Moçambique

    Idai abranda crescimento de Moçambique

    A passagem do ciclone Idai deixou um rasto de destruição na cidade da Beira, em Moçambique. De acordo com as autoridades centenas de pessoas perderam a vida e cerca de …

  • Guiné-Bissau: que economia o futuro governo vai encontrar?

    Guiné-Bissau: que economia o futuro governo vai encontrar?

    Ao cabo de anos de instabilidade quase crónica, a Guiné-Bissau pretende virar a página mas continua a enfrentar vários desafios a nível económico. Exemplo disso, um acesso …

  • A horta e o bestiário de Bordallo Pinheiro em Paris

    A horta e o bestiário de Bordallo Pinheiro em Paris

    Couves, tomates, abóboras, sardinhas, sardões, sapos e andorinhas. Vegetais e bichos transformados em travessas, jarros, bilhas ou pratos de cores vivas e brilhantes. …

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. ...
  5. seguinte >
  6. último >
As emissões
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.