Ouvir Carregar Podcast
  • 16h00 - 16h06 TMG
    Noticiário 21/10 16h00 GMT
  • 16h00 - 16h10 TMG
    Noticiário 19/10 16h00 GMT
  • 16h06 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 16h06 GMT
  • 16h10 - 16h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 16h10 GMT
  • 17h00 - 17h06 TMG
    Noticiário 21/10 17h00 GMT
  • 17h00 - 17h10 TMG
    Noticiário 19/10 17h00 GMT
  • 17h06 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 17h06 GMT
  • 17h10 - 17h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 17h10 GMT
  • 18h00 - 18h06 TMG
    Noticiário 21/10 18h00 GMT
  • 18h00 - 18h10 TMG
    Noticiário 19/10 18h00 GMT
  • 18h06 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 18h06 GMT
  • 18h10 - 18h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 18h10 GMT
  • 19h00 - 19h06 TMG
    Noticiário 21/10 19h00 GMT
  • 19h00 - 19h10 TMG
    Noticiário 19/10 19h00 GMT
  • 19h06 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 21/10 19h06 GMT
  • 19h10 - 19h30 TMG
    Segunda parte da emissão 19/10 19h10 GMT
Para aproveitar em pleno os conteúdos mutimedia, deve ter o plugin Flash instalado no seu navegador. Para estabelecer a ligação deve activar os cookies nos parâmetros do seu navegador. Para poder navegar de forma ideal o site da RFI é compatível com os seguintes navegadores: Internet Explorer 8 e +, Firefox 10 e +, Safari 3 e +, Chrome 17 e + etc.
São Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe corta relações com Taiwan

media Menino de Taiwan durante o dia nacional em Taipé. REUTERS/Tyrone Siu

Um comunicado do governo são-tomense agora tornado público anuncia o corte de relacões diplomáticas com Taiwan.
O comunicado refere que o governo reconhece o principio da existência de uma só China representada pelo direito internacional pela República Popular da China.

 

O Conselho de Ministros orientou o Ministro dos Negócios Estrangeiros para tomar imediatamente todas as disposições adequadas.

Nos primeiros anos da sua independência o arquipélago equatorial reconhecia Pequim, que apoiara as lutas de libertação nacional da África então sob soberania portuguesa.

São Tomé e Príncipe acabara, em 1997 por iniciativa do então presidente Miguel Trovoada, por optar reconhecer Taiwan o que implicara a ruptura de relações com a República popular da China.

Porém nos últimos anos o país lusófono apostara num escritório de ligação com Pequim, indiciando uma abertura rumo à China popular.

Taiwan é um dos principais parceiros bilaterais de desenvolvimento do arquipélago com investimentos na saúde, agricultura, tecnologias de informação e comunicação energia, combate ao paludismo, e infra-estruturas. Há uma forte comunidade estudantil são-tomense em Taiwan.

O governo evoca a defesa dos interesses nacionais e a conjuntura internacional para tal decisão numa altura em que o país procura diversificar os seus parceiros por forma a obter ajudas que lhe permitam enfrentar a conjuntura difícil marcada pela crise financeira.

O arquipélago equatorial era o único país lusófono a reconhecer ainda Taiwan, em detrimento da China popular.

Sobre o mesmo assunto
 
Lamentamos, mas o prazo para estabelecer a ligação em causa foi ultrapassado.